sábado, 28 de maio de 2016

A atualidade de "Desordem", dos Titãs


Dia desses, fazendo minha "viagem" diária para o trabalho, ouvi pelo rádio (sim, eu ainda ouço rádio!) a música "Desordem", dos Titãs, algo que não ocorria há muito tempo, até porque essa música hoje não é das mais executadas da banda. Foi então que me dei conta da surpreendente atualidade de "Desordem".

domingo, 22 de maio de 2016

Dez anos de Life on Mars!


É incrível, mas Life on Mars está completando dez anos em 2016! Sem dúvida, essa é a minha série favorita. Um drama policial que foge dos lugares-comuns ao misturar aos casos investigados um enredo de ficção científica/especulativa e uma boa dose de comédia. E este foi o seriado que me fez abrir os olhos para a produção televisiva do Reino Unido - hoje, praticamente todas as séries que vejo são britânicas.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

O caso dos dez negrinhos ou E não sobrou nenhum, de Agatha Christie


Como disse anteriormente, apesar de gostar do gênero policial, nunca tive muita familiaridade com a obra de Agatha Christie. Porém, ao saber da adaptação televisiva de O caso dos dez negrinhos (ou E não sobrou nenhum) exibida pelo canal BBC One no fim de 2015, fiquei bastante empolgada pelos trailers e imagens divulgados. Por isso, decidi ler o livro de Christie antes de assistir à minissérie. Uma boa escolha, que me permitiu aproveitar bastante das duas obras.

quinta-feira, 31 de março de 2016

A segunda temporada de Being Human: tensão em dobro


Após uma primeira temporada bem cativante, que nos apresentou o trio de protagonistas Mitchell (Aidan Turner), Annie (Lenora Crichlow) e George (Russell Tovey), Being Human retornou com um maior número de episódios (agora oito) e elevando a tensão e o drama a pontos até então não vistos na série. 

Nessa segunda temporada, que considero a melhor entre todas, Being Human dá uma maior ênfase aos elementos sobrenaturais e também à crítica social. A série criada por Toby Withouse conseguiu assumir contornos mais épicos e adquiriu um tom mais sombrio, sem perder, contudo, a qualidade demonstrada em seu primeiro ano.

Menos risos, mas mais reviravoltas, sustos e... sangue!

* O comentário abaixo contém spoilers. Recomendo assistir aos episódios antes de ler.

 
Citrus Pink Blogger Theme. Design By LawnyDesignz. Custom by Notas Dissonantes. Powered by Blogger.